7 filmes para esquecer da copa e ficar feliz

7 filmes para esquecer da copa e ficar feliz

A Copa do Mundo acabou para nós, brasileiros. Houve muita festa, fogos, bebidas, atrações e bola rolando pelo campo. Depois da goleada que a seleção brasileira levou da Alemanha, é hora de esquecer o evento. Por isso, sugerimos sete filmes para esquecer da Copa e ficar feliz.

Nada melhor do que deixar a tristeza de lado e curtir um bom filme. Seja ele de romance, comédia ou ação. Pegue a sua pipoca e o seu refresco e prepare o sofá para curtir alguns filmes que proporcionam alegrias para o nosso coração.

7 filmes para esquecer da copa e ficar feliz

A Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine, 2006)

7 filmes para esquecer da copa e ficar feliz

Tudo por um sonho. Nesta comédia espirituosa, uma família cheia de peculiaridades e problemas embarcam em uma viagem para que Olive participe do concurso “A Pequena Miss Sunshine” na Califórnia.

A família, constituída por uma mãe fumante compulsiva, um gay que tentou cometer suicídio, um velho ex-viciado em drogas ou um jovem roqueiro e cheio de filosofias, garantem momentos únicos e muito engraçados, até que eles finalmente cheguem no destino final.

Sociedade dos Poetas Mortos (Dead Poets Society, 1989)

Sociedade-dos-Poetas-Mortos

Este belo filme conta como um professor pode conquistar o coração e a mente de seus alunos. John Keating é professor de poesia de uma escola tradicional e conservadora. Porém, suas ideias mirabolantes, fazem com que os alunos pensem “fora da caixinha” e ao mesmo tempo usem o bom senso.

Sociedade dos poetas mortos traz uma boa explicação e mensagem sobre a expressão latina Carpe diem (“aproveite o dia”). Basicamente de aproveitar a vida enquanto ela dura, pois este momento em que respiramos e pensamos é muito breve.

Gênio Indomável (Good Will Hunting, 1997)

Genio-Indomavel

Um jovem rebelde e com problemas de comportamento trabalha como servente em uma universidade de Boston e acaba resolvendo um teorema matemático que ninguém conseguia. Ele se envolve em encrencas e acaba preso, e precisa fazer terapia. Passa por diversos analistas, até chegar ao Dr. Sean, que finalmente consegue estabelecer uma conversa com o rapaz.

Cheio de diálogos inteligentes, é um filme que nos faz pensar sobre a vida e o comportamento que temos em relação a diversos fatores, como família, comportamento e o sentido de viver em sociedade.

Se Beber, Não Case (The Hangover, 2009)

Se-Beber-Nao-Case

Três amigos viajam para Las Vegas para celebrar a despedida de solteiro em companhia de um outro amigo que vai casar. No entanto, eles não lembram o que acontece na noite anterior. Aos poucos, o filme vai desenterrando toda a zona que eles fizeram ao longo da fatídica noite.

É impressionante a quantidade de confusões que eles se envolveram durante a noite. É um filme de dar risada alto diversas vezes, do começo ao fim, e uma das melhores comédias lançadas nos últimos anos.

UP – Altas Aventuras (UP, 2009)

Up

Carl Fredricksen é um vendedor de balões que, aos 78 anos, realiza o sonho de sua vida ao pendurar milhares de balões em sua casa. O objetivo de Carl é viajar para as florestas da América do Sul, mais precisamente no magnífico Paraíso das Cachoeiras, na Venezuela.

Só que, após o início da aventura, ele descobre que seu pior pesadelo embarcou junto: Russell, um escoteiro de oito anos que pretende ganhar a medalha de mérito por ajudar um idoso.

O enredo traz uma linda história de amor, bom humor e muitas aventuras. Ótimo para todos os públicos!

Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris, 2011)

Meia-Noite-em-Paris

Um escritor e roteirista americano vai para Paris com sua esposa e família, mas durante seus passeios a noite, descobre que é transportado para o ano de 1920. Durante estas viagens ao passado, o escritor conhece diversos artistas os quais admira, como F. Scott Fitzgerald, Gertrude Stein, Ernest Hemingway e Salvador Dali.

Cheio de diálogos espertos e com muitas citações clássicas e personalidades de famosos ícones e artistas, o filme fala sobre amor e ao mesmo tempo as ironias da vida cotidiana. Será que a “época de ouro” de Paris era melhor do que a atualidade?

Sob o Sol da Toscana (Under the Toscan Sun, 2003)

Sob-o-Sol-de-Toscana

Baseado no livro homônimo de Frances Mayes, este filme romântico conta a história de uma escritora recém-divorciada que compra uma casa de campo na Toscana. Ela espera começar uma nova vida no local, e encontra muitas alegrias e belezas da vida na região. Até finalmente se deparar com uma surpresa a qual ela não esperava.

Mas não se preocupe, não é uma surpresa ruim. Muito pelo contrário. Trata-se de um bom filme para alegrar o coração de qualquer um.

Leia também: Os melhores filmes para ver no Netflix.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  • Lari

    Assistir todos em, 3… 2… 1.
    Valeu pelas dicas ;D