Logo

Águas de Marte

Post By RelatedRelated Post

http://www.jpl.nasa.gov/spaceimages/images/largesize/PIA19917_hires.jpg

Clique na imagem para ver em maior resolução.

Água em Marte. Dos ingredientes necessários para fazer cerveja, Marte já tem 1/3. Cerveja marciana. O futuro vai ser brilhante. BRILHANTE!
Mas espera aí, tem água em Marte. O que isso quer dizer?

As águas de marte

Há muito tempo procuramos parceiros nessa grande aventura chamada vida. Não só parceiros emocionais, biológicos e individuais (rolos e caras-metade), mas parceiros nesta grande vastidão de matéria em expansão que é o universo.
Queremos muito não estar sozinhos. Queremos fazer contato e trocar conhecimento. Descobrir quem tem a melhor tecnologia, ou quem sabe mais sobre o segredo da vida. Comparar tudo que já aprendemos e trocar umas ideias sobre o futuro.

Marte sempre foi um candidato preferido a vida inteligente, não somente por ter condições de vida quase lá (precárias, mas São Paulo com ondas de calor num inverno seco não sai muito na frente), como em muito pela… poesia. Nossos vizinhos de galáxia, o mais próximo de casa que podemos estar. Que lindo seria se os marcianos estivessem aqui do ladinho, não odiassem a gente e nem quisessem casualmente destruir a humanidade.

MarsStreaks_HiRise_1080

Sabemos que a vida, aqui na Terra pelo menos, depende de água e oxigênio. Tomamos nós mesmos como padrão porque ué, vamos tomar quem por padrão? Se houver água e oxigênio pode até não existir vida alienígena, mas é uma porta que se abre para vida humana.
Vida humana num endereço que não começa com “Terra”.

As buscas em Marte focam em “habitável” em vez de “contato” há muitas décadas. A descoberta revelada por cientistas da NASA esta semana é uma especulação sobre a existência sazonal de água insalubre na superfície marciana. Em outras palavras, em épocas mais quentes alguns pontos da superfície de Marte mostram rastros do que parece ser a movimentação de um líquido por centenas de metros de extensão. Análises do solo revelaram a presença de sais que levam a crer que o líquido seja água salgada – uma prainha marciana!

A pergunta que ninguém sabe responder é de onde vem essa água. A atmosfera de Marte não é própria para a respiração humana – é tão rarefeita que dá pra dizer que é 1/100 da nossa atmosfera – e também não tem muita água. Não saber a fonte, e também saber que essa água corrente é sazonal e não persistente, parece levar a descoberta dois passos para trás. Mas seja otimista. Estamos mais à frente do que estávamos ontem. Sempre pra frente.

Essas descobertas ainda são passos pequenos para provar se Marte é habitado ou habitável. Chegamos lá, devagar e sempre. Afinal, nós temos sisos até hoje, mesmo centenas de milhares de anos depois de pararmos de precisar deles, então dê tempo ao tempo porque centenas de milhares de anos não são nada. De minha parte fico grata por poder saber que Plutão tem um coração e que Marte pode, um dia, ter mais água que São Paulo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Maíra Testa

Curiosa, fascinada por astrofísica, confeiteira de fim de semana e game designer no resto do tempo.
  • Paulo Oliveira

    Muito bom texto, Maíra. Parabéns