O blues do deserto do Saara

Tinariwen é uma banda composta por integrantes nômades tuaregues que transcendem pelo deserto do Saara um som hipnótico que mescla blues e música nômade.

Tinariwen no clipe da música Sastanàqqàm

O grupo formado em 1979 e liderado por Ibrahim Ah Alhabib – que construiu sua primeira guitarra usando uma lata, uma vara e freio de bicicleta – traz grande influência em Jimi Hendrix, Santana e Bob Marley.

A formação da banda raramente é a mesma, devido à dificuldade do transporte no deserto. Porém, por onde passam, o grupo leva um pouco da resistência dos Tuaregues em suas músicas gravadas na língua tamaxeque, e às vezes em Francês.

Ibrahim explica que o deserto é grande fonte de inspiração, mas a situação sociopolítica do povo Tuaregue, como também o estado das coisas do mundo os preocupam muito. E que é necessário que eles falem sobre construir o mundo de amanhã.

Embora o som tenha sido batizado como “blues do deserto”, é ao termo “Assuf” que os membros preferem se assemelhar. Se trata de um sentimento que sua própria cultura descreve como uma sensação de dor espiritual, uma ânsia ou nostalgia e o próprio vazio do deserto.

“Nós chamamos nossa música de Assuf. Melancolia existe no Blues dos Estados Unidos, na ‘saudade’ brasileira, no fado português, na morna de Cabo Verde. Onde houver pessoas sofrendo este sentimento será encontrado”, diz Ibrahim.

 

Confira no player abaixo a música Sastanàqqàm e faça uma boa viagem pelo deserto.

O blues do deserto do Saara

É bom ficar atento, pois o Tinariwen já apareceu por aqui no Brasil.

Encontre a banda no Facebook.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...