Elon Musk revela detalhes sobre a colonização de Marte

Elon Musk atualizou seus planos sobre a colonização de Marte e descreveu alguns objetivos grandiosos e um roteiro ambicioso para chegar até lá.

O CEO da SpaceX revelou novos detalhes em uma palestra, no dia 29/09 durante o Congresso Internacional de Astronáutica (IAC) em Adelaide, Austrália. A conferência foi basicamente uma atualização da mesma conversa do ano passado, onde Musk revelou pela primeira vez seu novo foguete gigante, o qual seria usado para colonizar Marte, o Interplanetary Transport System (ITS).

No entanto, nessa nova palestra, o nome da ITS estava ausente. Musk agora está se referindo ao foguete como BFR (Big Fucking Rocket), apelido original do enorme novo lançador do SpaceX para ir à Marte.

Ele deseja que o BFR seja o foco principal do SpaceX no futuro, que tem data marcada para ser lançado em 2022 e com lançamento tripulado até 2024.

O plano final –  alguns dizem ser excessivamente ambicioso – é usar o BFR para transportar 100 pessoas de cada vez para a superfície de Marte. O enorme veículo é lançado em um esforço reutilizável na Terra e então é capaz de fazer aterrizagens propulsoras em Marte. Com vários lançamentos, Musk prevê a criação de uma cidade no planeta vermelho.

Foram exibidas imagens do Raptor em ação, o novo motor de foguete que o SpaceX está desenvolvendo para o BFR. Eles mostraram um lançamento por 40 segundos, que é a quantidade de tempo necessária para aterrizar em Marte. Em última análise, o BFR usaria 31 motores Raptor.

A grande crítica do ano passado foi o financiamento. Como o SpaceX pagará esse projeto ambicioso, o qual seria o maior foguete da história? Musk tentou abordar isso na conferência, observando que uma versão menor do BFR teria uma ampla gama de usos.

“O BFR pode fazer tudo que é necessário na maior atividade de órbita terrestre”, disse.

Isso quer dizer que ele pretende usar o BFR para transportar pessoas ao redor do mundo. Segundo ele, esse sistema poderia transportar pessoas entre duas cidades em menos de uma hora.

Assim, o BFR poderia também ser utilizado para levar as pessoas para a Lua, criando o que Musk chama de “Moon Base Alpha”. Ele não aprofundou esse plano ainda, embora tenha dito que o veículo seria capaz de decolar e retornar da Lua sem ter que usar um novo propulsor. “É 2017, já deveríamos ter uma base lunar”, completa.

Por fim, o objetivo principal é transportar pessoas até Marte.

O BFR teria 40 cabines dentro de sua área de carga útil, o suficiente para levar 100 pessoas por voo até lá. Também haveria um abrigo de tempestade solar para proteger das radiações recebidas, e uma área de entretenimento.

Musk quer construir dois BFRs para serem lançados até 2022. Estas seriam missões de carga na superfície de Marte em busca de água para missões futuras. Então em 2024, ele quer lançar quatro BFRs, duas cargas e duas tripulações.

“Isso não é um erro de digitação”, disse ao revelar a data. “Eu me sinto bastante confiante de que podemos concluir a nave e estarmos prontos para lançá-la em cinco anos. Cinco anos parece muito tempo para mim”.

Musk finalizou a palestra com um vídeo CGI que simula como o BFR poderia levar as pessoas ao redor do mundo, essencialmente substituindo aviões. Mas seria seguro? Ou mais barato do que aviões? Ainda não se sabe.

Como sempre, não haverão poucos críticos para o projeto e os custos ainda não ficaram claros. Musk é conhecido por seus prazos bastante ambiciosos.

Para nós, fica a questão: O sonho será o suficiente?

“Penso que, fundamentalmente, o futuro é muito mais excitante e interessante se formos uma civilização espacial e uma espécie multiplanetária. Não consigo pensar em nada mais emocionante do que estar entre as estrelas”.

Via.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...