Destaque

Fugu: o peixe mortífero

fugu

fugu

Prato da culinária japonesa, Fugu é nada mais que a carne do peixe baiacu servida geralmente como sashimi. O problema do Fugu é que a espécie de baiacu utilizada tem em suas vísceras uma substância chamada tetrodotoxina (TTX), que é um veneno potente e resistente ao cozimento. Em 50% a 80% dos casos, o envenenamento mata em 24 horas, pois não existe antídoto.

Conheça as curiosidades que envolvem o Fugu

fugu

• É o único prato que o Imperador do Japão é proibido de comer, devido aos riscos associados.

• Existe uma criação de baiacus livres da toxina no Japão. Acredita-se que o baiacu não a produz, e sim a adquire por meio da ingestão de organismos que contém bactérias produtoras do veneno. Assim, com cuidados especiais, criam-se peixes sem o veneno. Ninguém ainda foi envenenado por comer esses peixes especiais.

• Desde 1958, é necessário adquirir uma licença especial para preparar o Fugu. O curso dura de dois a três anos, e existe um exame no qual apenas 30% dos candidatos são aprovados. E não, eles não são reprovados por ter matado alguém, apenas por erros no procedimento.

fugu-sashimi

• O sashimi do Fugu é preparado em um arranjo em forma de crisântemo, como o da foto acima, que representa o símbolo da morte no Japão. Por que será?

• Entre 1996 e 2006, ocorreram em média 30 envenenamentos por Fugu no Japão. A maioria pescadores, que comeram o fruto do seu trabalho.

• O Fugu já foi citado no desenho Os Simpsons. Veja abaixo o Homer clamando pelo seu Fugu.

“Com tantos outros peixes sem veneno, não era mais fácil vocês humanos me deixarem em paz?”, um recado de um Fugu para você.

Leia mais sobre Comidas Exóticas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Categorias
DestaqueGastronomiaLifestyleNews

Victor Croffi é administrador, mas já cursou história e jornalismo. Divide o seu tempo livre entre o videogame, seriados, filmes de todos os tipos, e seu filho Gabriel.