Destaque

Madeleine, o doce preferido de Marcel Proust

Madeleine

Madeleine

Há uns 15 anos, em um final de tarde ensolarado, Madeleine, esta linda francesa, me veio um dia como quem não quer nada. Sua forma perfeita e seu aroma me conquistaram. Foi amor à primeira vista. O que posso dizer dela? É macia, perfumada e absolutamente divina!

Diretamente da região de Lorraine, e amada por 10 entre 10 pessoas pelo mundo, ela foi até imortalizada por Marcel Proust em seu livro “Em Busca do Tempo Perdido”.

Entenda o que é – e como fazer – a Madeleine no vídeo abaixo

Sua origem tem duas versões, ambas com uma pessoa com o homônimo: Madeleine Paulmier.
A primeira diz que ela foi criada por uma doceira do século XIX, a outra que seria criação de uma confeiteira da corte de Louis XV.

Madeleine, o doce preferido do Proust

Mas não se enganem, ela não é um mero bolinho. Preparado em uma assadeira em forma de concha, este bolinho de limão siciliano é feito com açúcar, farinha, ovos, manteiga, açúcar ou mel e muito amor, ah! l’amour. É o que há de melhor na confeitaria francesa.

Tão amada que virou música dos Pet Shop Boys, a canção: “Memory of the Future”, que faz também referência à Proust. Ouça abaixo.

“Over and over again
I keep tasting that sweet madeleine
looking back at my life now and then
asking: if not later then when?” – trecho de “Memory of the Future”. 

Tão fantástica que até os brutos a adoram. Jason Statham que o diga em Carga Explosiva. E os policiais também.

Então já estão com água na boca? Madeleine, Je t’aime.

Leia mais sobre gastronomia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Categorias
DestaqueGastronomiaLifestyleNews

Shin é apaixonado pelas culinárias ocidental & oriental, mangá, anime, séries, quadrinhos, livros, jogos, mitologias e filmes. Ama um bom debate sobre o tudo e o nada de preferência regado com umas boas doses de álcool. Foi colaborador do blog Tarja Preta.org. Seu jogo favorito de todos os tempos é o Cards Against Humanity.