O pacifismo de Malala

O pacifismo de Malala

Malala Yousafzai, uma paquistanesa de 16 anos, luta pela educação. Ela quer que as mulheres tenham o direito de acesso às escolas. Isso causou alguns problemas para ela, principalmente porque o grupo terrorista Talibã já tentou matá-la.

O pacifismo de Malala Yousafzai

Quando ela tinha 14 anos, um soldado Talibã entrou no ônibus onde ela estava, apontou uma arma para sua cabeça a atirou. Ela sobreviveu, graças a um tratamento na Inglaterra, e se tornou uma grande figura a favor dos direitos humanos.

Durante uma entrevista no programa de Jon Stewart, ela comentou sobre a sua relação com o Talibã, dizendo:

Comecei a pensar sobre isso, e eu costumava pensar que o Talibã viria, e ia simplesmente me matar. Mas então eu disse: ‘Se ele vier, o que você faria Malala? Então gostaria de responder a mim mesmo: ‘Malala, basta levar um sapato e bater nele. Mas então eu disse: ‘Se você acertar um Talibã com seu sapato, então não haveria nenhuma diferença entre você e o Talibã. Você não deve tratar os outros com crueldade e muito duramente, você deve lutar contra os outros, mas com a paz e através do diálogo e através da educação. Então eu vou dizer-lhe o quão importante é a educação e que ‘eu ainda quero educação para os seus filhos também.’ E eu vou dizer a ele: ‘Isso é o que eu quero dizer a vocês, agora faça o que quiser.’

Stewart ficou sem palavras. E com razão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...