10 sons para qualquer bicho-grilo curtir

10 sons para qualquer bicho-grilo curtir

O bicho grilo é aquele visto pela sociedade como “largado”, hippie. Que não liga muito para nada, que sempre cola nos bares, nos rolês culturais da cidade e está sempre envolto de emoção, paixão e gosto pela vida.

A real é que essas pessoas ligam para muita coisa sim. Mais do que deveriam. E isso acaba se tornando uma fonte de conhecimento, experimentações, novidades e claro, diversão.

Se você é um desses, aquela mina ou aquele cara meio hippie, que gosta de som experimental, tranquilo, batidas boas e com ritmo, ou apenas curte relaxar ouvindo um som, esta é uma publicação para você.

Sons para qualquer bicho-grilo curtir

Russo Passapusso

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (1)Conhecido anteriormente por ser integrante do Baiana System, Bemba Trio e Ministereo Público, Russo Passapusso lançou um excelente disco chamado Paraíso da Miragem (baixe grátis!) em sua carreira solo. O baiano expõe em suas músicas ritmos dos mais diversos. Uma mistura de samba, mpb, hip hop e sonoridades brasileiras, que resultam em um “Tim Maia” ou “Jorge Ben” moderno. Sem falar nas letras, que são ótimas.

Russo Passapusso no Spotify.

Mo Kalamity

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (2)Esta linda mulher de Cabo Verde viveu na França desde pequena e foi amplamente inspirada pela música caribenha, africana e americana. A voz poderosa dela cai muito bem em seu som relaxante, um reggae cheio de compasso e pegada. Mo Kalamity, som incansável para ouvir todas as horas.

Mo Kalamity no Spotify.

Bixiga 70

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (3)

Jazz, música africana e brasileira compõem a mistura contagiante da galera do Bixiga 70. O nome da banda faz alusão ao tradicional bairro paulistano, Bixiga, onde o grupo nasceu. Com tambores, percussão, ritmos frenéticos na bateria em sintonia com o baixo e acordes de guitarra, além de uma mistura sensacional de metais, eles criam um som único e contemplativo. Abre a roda que é hora de rodopiar.

Bixiga 70 no Spotify.

Riff Cohen

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (4)Esta jovem cantora israelense explora muitas vertentes em sua música. Ela canta em francês, árabe e até hebraico. Algumas músicas são embaladas por ritmos tipicamente franceses, outras puxam para o rock ou algo mais direcionado para os mantras.

Riff Cohen no Spotify.

Gotan Project

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (5)

Um Tango Eletrônico. Este é o estilo do Gotan Project, projeto musical fundado em Paris, na França. O som deles é interessante justamente por mesclar elementos clássicos do tango com batidas eletrônicas. O que dá a eles um som único.

Gotan Project no Spotify.

Thievery Corporation

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (6)

Dupla estadunidense de música eletrônica, a qual bebe de vários ritmos mundiais para construir seus sons viajantes e agradáveis. Costumeiramente eles convidam músicos de localidades distintas para cantar ou participar das composições.

Thievery Corporation no Spotify.

Fatoumata Diawara

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (7)

Esta maravilhosa mulher da Costa do Marfim, Fatoumata Diawara, mistura o som tradicional Wassoulou Africano com Jazz e Soul. Batidas leves, percussão, violão e uma incrível voz embalam as suas canções.

Fatoumata Diawara no Spotify.

Iron & Wine

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (8)

Sam Beam é o cara responsável pelo projeto Iron & Wine. Um estadunidense que faz um folk rock como ninguém. Letras emblemáticas, sons tranquilos e embalantes. Uma composição é melhor que a outra.

Iron & Wine no Spotify.

Ibeyi

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (9)Este é o projeto de duas irmãs gêmeas franco-cubanas. Elas cantam em inglês e iorubá, uma língua falada por antigos escravos cubanos. Apesar de serem filhas do percussionista Anga Díaz, do Buena Vista Social Club, o som delas não tem a ver com os ritmos típicos cubanos. Se aproximam mais de um som cheio de batidas fortes e vozes penetrantes.

Ibeyi no Spotify.

Morphine

Sons-para-qualquer-bicho-grilo-curtir (10)

Saxofone, vocal, baixo e bateria. Essa é a formação do Morphine, que produz músicas com um teor pesado e envolvente. Uma mistura interessante.

Morphine no Spotify.

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Washington Neves

    Russo Passapusso, não saiu da Baiana System…