Cinema e TV

Tinker Bell: Fadas e Piratas – Crítica

Zarina mostra a Tinker Bell seus experimentos com o pozinhoZarina é uma curiosa fada guardiã do pozinho mágico que não se contenta com pouco. Curiosa e questionadora, ela vive fazendo perguntas e experimentos com o pó mágico que, na verdade, deveria proteger.

Ao se meter em confusão das grandes durante uma de suas experiências, Zarina perde o posto de guardiã e se refugia em busca de liberdade para continuar seus experimentos.

Aliada a uma trupe de piratas da Pedra da Caveira, ela resolve roubar todo o pozinho mágico azul, levando Tinker Bell e as outras fadas a uma missão de resgate.

Tinker Bell e outras fadas tentam resgatar o pozinho mágico

Na versão original, o filme conta com a voz de Tom Hiddleston (o Loki, de “Thor”) como o pirata James. Já na versão brasileira, James é dublado pelo ator global Caio Castro, que na minha opinião deixa bastante a desejar como dublador.

Não sei se eu esperava mais por ainda estar encantada por Frozen, mas achei Tinker Bell – Fadas e Piratas divertidinho, no máximo. Mesmo a participação dos piratas, que geralmente dá um algo a mais às histórias, ficou apagada.

É um filme cheio de glitter e fadinhas super preocupadas com seus penteados e vestidos. Tem uma história óbvia que dificilmente vai agradar aos adultos, mas pode ser divertido para as crianças – em especial as meninas.

Veja o trailer oficial:

Nota: 2/5

2estrelas

Poster Tinker Bell Fadas e PiratasTinker Bell: Fadas e Piratas

Direção: Peggy Holmes
Distribuição: Walt Disney Studios
Elenco: Christina Hendricks, Tom Hiddleston, Mae Whitman (versão original) | Caio Castro (versão brasileira)
Gênero: Animação, Fantasia
Lançamento: 7 de Março de 2014

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Categorias
Cinema e TVCríticasCríticas de FilmesDestaqueNews

Programadora, geek, nerd, gamer, metida a cantora. Adora tardes ensolaradas, abraços quentinhos e reunir os amigos.