Arte

Vibrantes obras de arte que expressam o interior de um ser humano machucado

Artista expressa perdas pessoais com a criação de paisagens estonteantes

Anthony Hurd cria vibrantes obras de arte que formam paisagens abstratas cheias de cores e que passam sensações misturadas.

Basicamente, todas as suas obras expressam o interior do próprio artista, e como ele lida com suas emoções e acontecimentos que marcaram a sua vida. Muitos deles explosivos psicológicamente.

A descrição do artista em seu site oficial explica um pouco sobre ele:

“Anthony descreve seu trabalho como um esforço egoísta de explorar seus próprios demônios pessoais e entender as paisagens sempre em mudança da vida. Uma maneira de expressar às vezes o inexprimível.

Desde a perda de sua irmã há 10 anos, e uma série de eventos infelizes, incluindo o fim de uma relação de 18 anos, a vida foi um teste aparente de sobrevivência mental, física e espiritual. Os motivos mudam ao longo do tempo, mas atualmente os trabalhos que ele persegue se concentram na natureza cíclica da vida, a ascensão e queda, a destruição e o renascimento, a escuridão e a luz.

Combate a depressão e ansiedade com introspecção e crescimento pessoal. O trabalho é uma celebração da sobrevivência, e as profundezas da escuridão que revelaram suas próprias maiores verdades pessoais.

Ou seja, que a maioria de tudo o que ele pensava sobre si mesmo é infundado, falso, que a vida é desconhecida, que ele é um ser emocional, que sua conexão com o mundo deve ser determinada por suas próprias ações e perseguições.

Sempre mudando, sempre um trabalho em andamento, seu trabalho e processo são fluidos, e muda de capricho, sem um plano de criação, vendo onde as estradas conduzem, esperando uma resolução pacífica e educacional.”

Mais sobre o trabalho de Hurd você encontra aqui.

As vibrantes obras de arte de Hurd

Vibrantes obras de arte que expressam o interior de um ser humano machucado

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Categorias
ArtePinturas

Jornalista, co-fundador do Geekness. Foi editor do GamesBrasil, TechGuru e BABOO e repórter das revistas MOVIE, EGW e Nintendo World. Curta o Geekness no Facebook!