Cinema e TV Destaques Especiais

Quem são os personagens de The Midnight Gospel

Pinterest LinkedIn Tumblr

Os personagens de The Midnight Gospel recriam em desenhos animados pessoas reais que têm muita bagagem para falar com propriedade sobre os assuntos abordados: aceitação da morte, meditação, magia, ascensão espiritual, drogas psicodélicas e outras temáticas debatidas de maneira notavelmente profunda em singelos 20 minutos de cada capítulo.

O desenho é idealizado e escrito por Duncan Trussell (mesmo criador de Hora de Aventura), e utiliza trechos originais de entrevistas de seu podcast “The Duncan Trussell Family Hour”. Mas, agora, as conversas meditativas são conduzidas pelo protagonista Clancy.

Através de um simulador, Clancy escolhe planetas para visitar, e em cada um encontra por acaso algum personagem que o acompanha em diálogos em busca de verdades filosóficas, enquanto eventos nonsense acontecem em volta deles.
Embora tenha muita coisa acontecendo simultaneamente, a sincronicidade das conversas é magnética para nossa atenção.

Ao trabalhar assuntos tão sensíveis das camadas humanas universais, The Midnight Gospel nos propõe a abrir a mente em uma experiência, digamos… transcendental. A animação já fez muita gente chorar, e como o próprio Clancy, quem volta de cada viagem, dificilmente será o mesmo.

Não é justo definir a animação como simplesmente psicodélica, embora as ideias abordadas e a estética carregada de cores e movimentos do animador Pendleton Ward, co-criador da série, traga muito desse conceito.

O mais próximo que eu consigo chegar é: The Midnight Gospel é como aquela sensação única de quando você conversa com alguém e suas mentes se conectam de tal maneira, que é como se um portal para uma nova dimensão se abrisse.

Se você assistiu, sabe do que eu estou falando. Se não, eu te aconselho a separar 20 minutinhos do seu dia para embarcar nessa viagem.

Quem são os personagens de The Midnight Gospel

1. Malditos Zumbis: Dr. Drew Pinsky

Em meio a um apocalipse zumbi em uma versão da Terra, Clancy tem um debate sensato sobre o uso de drogas psicodélicas com o Glasses Man, presidente dos Estados Unidos.

Quem traz um olhar ponderado sobre o assunto é o Dr. David Drew Pinsky, médico californiano especialista em tratamento contra as drogas. Pinsky é estudioso sobre assuntos relacionados a vícios, tendências culturais e políticas, questões sociais, religião, sexo e saúde.

Ex-funcionário do Departamento de Dependência Química no Hospital Las Encinas, Pinsky virou uma figura popular nos EUA em programas de rádio e TV, onde levou debates sobre vícios para o público leigo.  

De 1984 a 2016, aconselhou ouvintes sobre amor, sexo e relacionamentos no programa de rádio Loveline. Foi co-autor do primeiro estudo acadêmico sobre narcisismo e celebridades, e lançou livros sobre o assunto e sobre tratamentos com dependentes.

Atualmente, ele apresenta um dos podcasts de saúde mais famosos do iTunes, o Dr. Drew Podcast.

2. Medite como Cristo

Anne Lamott

Escritora, palestrante e ativista política progressista, Anne usa do bom humor para tratar de assuntos como alcoolismo, depressão, perdas, religião e fé. Seus livros Bird by Bird, Thanks e Wow: The Essential Prayers trazem relatos autobiográficos para tratar desses temas.

Neste TED, ela compartilha 12 verdades que aprendeu com a vida e a escrita.

Raghu Markus

Desde a década de 1970, Raghu se envolveu com o mundo da música. Em 1974, colaborou no set de Love Serve Remember com Ram Dass (mestre de espiritualidade, autor e psicólogo), o qual ele acompanhou ao longo de 51 anos de sua vida, inclusive com quem viveu junto durante dois anos na Índia.

Em 1990, lançou o selo Karuna Music e Trikola Records – o último contemplou artistas como Krishina Das, Hugh Masekela, Walela, Jai Uttal e projetos com o guru Deepak Chopra.

Atualmente, Raghu trabalha com cursos e ensinamentos de espiritualidade com o objetivo de ajudar as pessoas a alcançarem uma vida em equilíbrio.


3. Vomita Sorvete?: Damien Echols

Damien Echols tem uma história de vida conturbada. Ele fez parte do trio West Memphis Three, três garotos que ficaram conhecidos mundialmente após terem sido presos pelo assassinato brutal de três meninos de oito anos, em 1994.

Aos 18 anos, Echols foi apontado como líder do grupo satanista em West Memphis, Arkansas. Ele, Jason Baldwin e Jessie Misskelley gostavam de heavy metal e usavam camisetas de banda, entre outros comportamentos de jovens rockeiros, que eram mal vistos pelos conservadores da pequena cidade.

Os jovens foram alvo de histeria pública, falsos testemunhos e provas manipuladas. Jason e Jessie foram condenados à prisão perpétua, enquanto Echols ficou no corredor da morte. Com o documentário Paradise Lost: The Child Murders at Robin Hood Hills, o descaso dos advogados e as irregularidades do processo chegaram ao conhecimento do público.

O caso ganhou repercussão mundial, unindo ativistas em prol de um julgamento descente. Inclusive chamou a atenção de celebridades que se uniram à causa, como Johnny Depp, Eddie Vedder (vocalista do Pearl Jam) e o cineasta Peter Jackson.

Dois documentários seguintes de Paradise Lost acompanharam o caso em tempo real, até que em 2011, o trio provou sua inocência e foi ganhou liberdade.

Echols se tornou produtor cinematográfico.

No terceiro episódio da série, compartilha como utilizou os anos na prisão para estudar magia e como seus estudos o ajudaram a atravessar esse pesadelo.

4- Ordenando um Corvo: Trudy Goodman

Trudy é professora de meditação da vertente vipassana, psicoterapeuta com PhD e fundadora da escola e do método de meditação InsightLA. Ela difunde seus conhecimentos sobre mindfullness através de meditações guiadas no soundcloud e em vídeos no YouTube.

Neste capítulo, ela encarna uma personagem guerreira que traz uma reflexão sobre o perdão.

5. Rei das Colheres: Jason Louv

Quem são os personagens de The Midnight Gospel

Professor de meditação, pesquisador e escritor, Jason dedicou mais de 20 anos de vida para explorar, relatar e ensinar as tradições sagradas do mundo – do xamanismo indígena às tradições de iluminação da Índia e do Tibet, da magia ao ocultismo ocidental.

Em seus livros, ele tenta entender o que significa existir, como existir da melhor forma possível, como entrar em contato com o que não vemos e como entender o universo interior e exterior.

Atualmente ele ensina meditação e magia em seu portal de educação Magick.Me.

6. Mente Superlotada: David Nichtern

Quem são os personagens de The Midnight Gospel

David é letrista, compositor, criador de trilhas-sonoras e professor de budismo – ele segue a linhagem de Chogyam Trungpa Rinpoche, tradição que combina uma abordagem contemporânea e secular da meditação com as práticas e filosofias do budismo tibetano.

No desenho, ele ensina Clancy a criar um espaço para o nada dentro da própria mente, para ensiná-lo a focar no essencial e se acalmar em um momento de estresse e raiva.

7. Papo com a morte: Caitlin Doughty

Quem são os personagens de The Midnight Gospel

Além de escritora, blogueira e youtuber, Caitlin é agente funerária e fundadora da Order Of The Good Death, organização criada em 2011 que busca mudar as tradições funerárias e levantar diálogos sobre a aceitação da mortalidade humana.

Em seus livros e vídeos na websérie Ask A Mortician, no seu canal do YouTube, ela trabalha com a temática da aceitação da morte e reformulação da indústria funerária.

Nada mais justo que tomar a forma da própria morte no sétimo episódio e trazer uma mensagem de aceitação sobre nossa impermanência.

8. Como eu nasci: Deneen Fendig

Quem são os personagens de The Midnight Gospel

Quem encerra a temporada de Midnight Gospel é ninguém menos que a mãe do próprio Duncan Trussell, que faleceu em 2013, aos 66 anos.

Deneen era escritora, pós-graduada em psicologia e trabalhou como terapeuta clínica. Suas falas foram retiradas de uma entrevista que ela deu ao podcast de Duncan, três semanas antes de falecer.


Leia mais sobre Especiais de Cinema e TV!

Jornalista movida pela curiosidade de saber mais sobre qualquer assunto. Escreve sobre arte, cultura, games e assuntos gerais relacionados às ciências, sociedade e mundo geek.

Comenta aí!